em A Falecida, A Falecida 25 anos, Fanzines

A Falecida, 25 anos

Não é todo dia que um fanzine completa 25 anos de existência. E um fanzine de papel, xerocado, continuar na ativa em tempos de blogs e redes sociais, é algo mais improvável ainda. Pois, para comemorar a data, o zine A Falecida vai realizar um evento especial no dia 6 de agosto, às 20h, no Teatro Santarosa, em Ribeirão Preto/SP.

“A ideia é reviver um pouco de como foi a noite de 1º de julho de 1991, quando lançamos A Falecida número zero no teatro da Unaerp”, diz o fanzineiro e jornalista Angelo Davanço, criador do zine ao lado de Milton Bilar Montero e José Luiz Gomes.

Assim como há 25 anos, os músicos Joca Vita (baixo), Régis Martins (guitarra e vocal) e Jefferson Barcellos (bateria) subirão ao palco para um reencontro histórico. Juntos, eles vão mostrar ao público um show composto por músicas das bandas Os Egoístas e Motorcycle Mama.

Os Egoístas + Motorcycle Mama: Régis Martins, Joca Vita e Jefferson Barcelos

Os Egoístas + Motorcycle Mama: Régis Martins, Joca Vita e Jefferson Barcellos

Surgida em 1990, a banda Os Egoístas mudou de nome em 1992 para Motorcycle Mama, numa referência à música do ídolo Neil Young. Em seguida, participaram de festivais pelo país e gravaram três demos: Bang-Bang K7, Sonic Shampoo Disaster e a festejada Aberrações do Sexo Alucinante.

Essa última chamou a atenção do guitarrista da Legião Urbana, Dado Villa-Lobos, que em 1996, convidou o grupo para participar da coletânea “Brasil Compacto”, pelo selo carioca ‘Rock It’. O grupo durou até o inicio de 1998, deixando seus fãs inconsoláveis.

Em 2016, Gabriel Thomaz, líder da banda Autoramas, lançou o livro Magnéticos 90, sobre o rock independente dos anos 1990, e coloca Sonic Shampoo Disaster e Aberrações do Sexo Alucinante entre os trabalhos de destaque daquela geração.

A Falecida

Além de reviver este reencontro musical histórico, o público poderá participar, ainda, do relançamento do zine A Falecida # 0. Hoje item de colecionador de fanzines e outras publicações independentes, a edição número zero de A Falecida teve tiragem de apenas 100 exemplares, esgotados no próprio evento de lançamento.

Será uma boa oportunidade de levar para casa a edição que trouxe entrevistas exclusivas com Renato Russo, os Titãs, trechos da obra de Charles Bukowski, além de um conto, fotografias e histórias em quadrinhos, em uma reprodução fiel do que foi publicado há 25 anos.

Angelo Davanço e o zine A Falecida # 0 - Foto: Jefferson Barcelos

Angelo Davanço e o zine A Falecida # 0 – Foto: Jefferson Barcellos

“Será interessante para a geração atual conferir como é que produzíamos comunicação e cultura na pré-história da internet, no melhor estilo do ‘faça você mesmo’. Sem computador à disposição, o jeito, em julho de 1991, foi montar os textos do zine datilografando em uma máquina elétrica alugada, com direito a papel recortado, cola e muita criatividade”, relembra Angelo.

A noite “Zine A Falecida, 25 anos” ainda terá mostra de trabalhos do artista plástico Luiz Carlos Falcão, autor das primeiras capas do zine, além da coleção completa de A Falecida e de outros zines de todo o Brasil.

 

Serviço

Zine A Falecida, 25 anos

Quando: Dia 6 de agosto, às 20h

Onde: Teatro Santarosa (Praça Rotary Clube, 325, City Ribeirão)

Quanto: Ingressos antecipados a R$ 10

Inf.: (16) 3916-1350 / (16) 99752-0392 / Evento no Facebook

Escreva um comentário

Comentário